SINCODIV/SE - Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veîculos do Estado de Sergipe.

NotíciasSaiba tudo que acontece no setor.



Abr 07 2015

Volks investe em fábricas sustentáveis no Brasil

  •  Terça, 07 de Abril de 2015.

A Volkswagen do Brasil está investindo para inserir suas fábricas locais dentro dos parâmetros do programa global de sustentabilidade da marca. O desafio será maior ainda na unidade de São Bernardo do Campo (SP), diante da complexidade e da idade da planta.

A tarefa não será fácil, considerando o tamanho da unidade do ABC Paulista: são mais de 1,6 milhão de metros quadrados. A planta foi inaugurada em 1959 e cada área é totalmente planejada para aproveitar o espaço existente. Para expandir alguma linha, é preciso não só engenharia, mas também criatividade.

É o caso da produção da nova pick-up da marca, a Saveiro. Para otimizar os espaços e inserir métodos que economizam energia, foi preciso sobrepor as linhas de montagem devido à falta de espaço.

Na etapa de armação, onde as peças são unidas por pinças de solda (formando as carrocerias), verdadeiros robôs com motores de alta eficiência geram uma economia de 30% de energia em relação aos sistemas convencionais.

"Mesmo em fábricas antigas, é possível trabalhar a economia de energia sem trocar toda a planta", afirma o supervisor de planejamento ambiental da Volks, Márcio Lima.

De acordo com o diretor de engenharia de manufatura da Volkswagen, Celso Luis Placeres, as metas do programa global de sustentabilidade da montadora, o "Think Blue. Factory", incluem a redução do consumo de energia e água das operações em 25% até 2018, tomando como base 2010.

"Porém, nossos investimentos nessa área começaram em 2008. Já vínhamos com ações muito contundentes desde então", pondera o executivo.

No início de 2014, a Volks implantou na planta Anchieta uma ideia que veio do chão de fábrica. Literalmente, cada gota resultante do processo de resfriamento dos compressores é armazenada, filtrada e reutilizada no processo industrial. A economia resultante do programa "Conta-gotas" atinge 264 mil litros de água por ano.

"A sustentabilidade tem que ser uma cultura dentro da empresa, que parte de todo mundo", destaca Placeres.

O reúso de água na unidade Anchieta chega a 240 mil litros por ano. Além disso, a redução no uso de solventes atinge 40%. Segundo Lima, a geração de resíduos na área de pintura da planta foi reduzida em 48%.

"O nosso foco sempre será geração zero de resíduos", ressalta. Nos pilares do Think Blue. Factory, estão ainda a redução de 25% da geração de resíduos, uso de solventes e emissão de CO2 até 2018.

 

Fonte: DCI – Sustentabilidade