SINCODIV/SE - Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veîculos do Estado de Sergipe.

NotíciasSaiba tudo que acontece no setor.



Ago 26 2013

Nissan quer carro global feito no país

  •  Segunda, 26 de Agosto de 2013.

“Para fazer sucesso no Brasil, temos de ter um produto desenvolvido no País. Mesmo um modelo global deve partir de um mercado específico.” Foi assim que o vice-presidente sênior e chefe mundial de criação da Nissan, Shiro Nakamura, definiu um caminho para que a marca japonesa obtenha sucesso no mercado nacional.

As declarações do executivo foram feitas durante o Nissan 360º, evento na Califórnia (EUA) que celebra os 80 anos da empresa. Nakamura não se refere apenas ao futuro utilitário-esportivo pequeno que será feito na planta da marca no Rio de Janeiro, mas também a modelos que já estão nas lojas.

“Quando vi o March vendido no Brasil, durante o Salão do Automóvel de São Paulo, falei: Esse carro não serve. Temos de olhar os competidores e fazer melhor. O interior (do carro) precisa ser mais sofisticado, com materiais mais caros, costuras mais vistosas nos bancos. Melhoramos bastante o March. Logo vocês vão ter uma versão renovada no Brasil”, disse.

A vinda do novo March não exclui a venda de um veículo desenvolvido e lançado primeiro no Brasil. “Sempre argumentei que era preciso ter um estúdio no Brasil. ” O executivo, que trabalhou na GM, conta que a empresa norte-americana tem estúdios de estilo nos EUA, Europa e Brasil. “Não na China. Quando se fala em BRICS, há um erro muito grande: os países que compõem esse grupo são muito diferentes. O que serve para a China não necessariamente vai funcionar no Brasil.”

Fonte: O Estado de S. Paulo - Jornal do Carro