SINCODIV/SE - Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veîculos do Estado de Sergipe.

NotíciasSaiba tudo que acontece no setor.



Out 23 2017

Scania cresce no mercado comemora 26 mil R 440 vendidos

  •  Segunda, 23 de Outubro de 2017.

No ano em que completa 60 anos de Brasil, a Scania continua sua curva de ascensão no mercado de veículos comerciais. No acumulado de janeiro a setembro, a empresa vendeu 4.125 produtos, entre caminhões e ônibus. Em todas as categorias em que atua – caminhões semipesados e pesados, e ônibus urbanos e rodoviários (acima de 8 toneladas) – houve alta de vendas e de participação de mercado. Além disso, o R 440 se tornou o caminhão mais vendido da indústria em 2017.

“A Scania chega à Fenatran em um momento de alta de vendas enquanto o mercado continua registrando queda, em relação a 2016. Crescemos em todos os meses do ano. Isso comprova que nossas soluções estão sendo eficientes para os clientes”, afirma Roberto Barral, diretor-geral da Scania no Brasil.

Segundo Barral, o segredo da marca está na busca incansável em ser parceira líder na transição para um transporte sustentável, e oferecer produtos com o menor custo por quilômetro rodado e de maior economia de combustível.

“Desde que o cenário econômico piorou, a Scania se manteve ao lado dos clientes de todas as regiões para entender a sua necessidade por segmento”.

De janeiro a setembro, a Scania vendeu 3.718 unidades na faixa em que atua, acima de 16 toneladas, que abrange os caminhões semipesados e pesados. Um crescimento de 14,1% na comparação ao mesmo período de 2016 (3.258 unidades), em um mercado que caiu 4,5%. A participação subiu de 14,3% para 17%. No segmento dos pesados, a marca vendeu 3.141 unidades. Alta de 14,4% em relação aos 2.746 modelos comercializados de janeiro a setembro do ano passado, enquanto o mercado cresceu 5,7%. A participação passou de 23,2% para 25,1%.

Nos semipesados, as 577 unidades propiciaram um acréscimo de 12,7%, no comparativo com os 512 veículos de 2016, e foram na contramão da queda de 15,5% da categoria. A participação foi ampliada de 4,7% para 6,2%.

O mais vendido do ano 

O pesado Scania R 440 se tornou o caminhão mais emplacado da indústria no acumulado do ano com 1.842 unidades, levando em conta todas as categorias, segundo o ranking da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Mas, as conquistas não param. De acordo com a Fenabrave, também é o modelo mais emplacado da categoria dos pesados em 2017. O veículo ainda foi o campeão de 2016 da lista da entidade, com 1.905 unidades, na mesma categoria.

Desde seu lançamento, em janeiro de 2012, até setembro de 2017, o R 440 já emplacou 26.567 mil unidades. Com isso, ele está prestes a se tornar o mais vendido da Scania. O primeiro da lista da marca é o lendário T 113, que foi comercializado de 1991 a 1998, e vendeu 26.731 unidades. “Ter o R 440 como o mais vendido do ano dentre todos os caminhões, e também da categoria de pesados comprova sua trilha de sucesso desde que chegou ao mercado, em janeiro de 2012”, diz Barral.

O R 440 tem motor 13 litros de 440 cavalos que desenvolve eficiente torque de 2.300Nm já a 1.000 rpm, garantindo maior economia. É oferecido nas configurações de rodas 4×2, 6×2, 6×4 e 8×2 para longas distâncias com baú, sider, carga seca, contêiner, tanque e cegonha, entre outros implementos.

Quatro caminhões dentre os 10 mais procurados

O ranking da Fenabrave dos 10 veículos pesados mais emplacados do ano, além do líder R 440, conta com mais três Scania: P 310 (463), G 440 (441 unidades), e R 480 (357). A marca é a única a ter quatro caminhões na lista.

Nos ônibus, relevância no novo segmento A Scania fechou o acumulado de janeiro a setembro na vice-liderança da categoria dos rodoviários, com 407 chassis emplacados. Um acréscimo de 86,5% em relação às 217 unidades do mesmo período de 2016. Por outro lado, o mercado caiu 18,7%. A participação subiu de 2,3% para 5,7%.

“Com a lei 13.281, que alterou pontos importantes do Código de Trânsito, foi permitido vender ônibus rodoviários com 15 metros, para atender as novas normas de acessibilidade a partir de 2016. Com isso, nosso chassi 8×2 Double

Decker passou a ser referência para os clientes. Estamos colhendo ótimos frutos em todo o país. Já vendemos mais de 200 unidades”, revela Barral. Nos urbanos, também há registro de aumento de vendas e de participação.

Fonte: Caminhoneiros do Brasil