SINCODIV/SE - Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veîculos do Estado de Sergipe.

NotíciasSaiba tudo que acontece no setor.



Jun 08 2017

Venda de carros 1.0 cresce quase 40%

  •  Quinta, 08 de Junho de 2017.

As vendas dos veículos dotados de motores 1.0 aumentaram cerca de 40% de maio de 2016 para maio deste ano, segundo dados da Anfavea, Associação Nacional dos Veículos Automotivos, divulgados na quarta-feira, 6. As vendas cresceram de 44 mil 121 unidades para 60 mil 513, o que representa alta de 37,2%.

O aumento nas vendas fez crescer a participação dos carros 1.0 no mercado, que passou de 32,1% para 37,1%, avanço de 5 pontos porcentuais. O que é bastante expressivo, disse o presidente Antônio Megale:

“Os consumidores estão voltando sua atenção para os carros de menor preço. A queda da taxa de juros deve motivar a procura por linhas de crédito, que sempre foram importantes para o setor automotivo”.

Se, até dois anos atrás, os carros 1.0 abocanhavam até 80% das vendas de veículos novos hoje alcançam perto de 30%. Perderam a liderança para os hatches, que agregam mais itens de tecnologia e conforto com preço um patamar acima.

Percebendo a mudança no gosto do consumidor as montadoras passaram a investir na melhoria do desempenho do motor dos carros 1.0, como também em aparatos tecnológicos, de acordo com Ricardo Bacellar, diretor da área automotiva da KPMG:

“Todo consumidor raciocina em cima da relação custo e benefício. Um bom exemplo é o Peugeot 208. A marca deu nova configuração ao modelo, incluindo design diferenciado, preço acessível e itens tecnológicos”.

Os veículos 1.0 também perderam boa fatia de mercado para os seminovos. No momento da compra o consumidor optava por um carro usado em vez de um novo, pelo mesmo preço, privilegiando itens como conforto e tecnologia. Em 2016 foram vendidos 2 milhões de automóveis novos e 10 milhões de usados, o que corresponde, em média, a um novo para cinco usados.

Com a queda da taxa da inflação a diferença de preços de novos para usados tende a diminuir, o que poderá inverter esse quadro, segundo o consultor automotivo Valdner Papa: “Está ocorrendo uma readequação nos preços dos carros 1.0, o que motiva o aumento das suas vendas”.

Fonte: Boletim Autodata - Mercado