SINCODIV/SE - Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veîculos do Estado de Sergipe.

NotíciasSaiba tudo que acontece no setor.



Dez 19 2016

Vendas pela internet ganham fôlego

  •  Segunda, 19 de Dezembro de 2016.

De acordo com dados do Sindipeças, o faturamento total do setor de autopeças caiu 3,7% de janeiro a outubro em relação ao mesmo período de 2015. Enquanto isso, as vendas do segmento pela internet ganham fôlego. Só no primeiro semestre do ano, a categoria teve um crescimento de 75% no comércio eletrônico em comparação com 2015, segundo dados da consultoria Webshoppers-Ebit.

Os negócios das autopeças com as montadoras recuaram 5,8% até outubro, mas o consumidor final parece estar cada vez mais interessado em reparar veículos, apostar na vida longa dos carros e postergar a compra de zero-quilômetro. Aproveitando essa onda, as autopeças online ganham força e ampliam o faturamento.

Segundo Frederico Flores, CEO da Becommerce, empresa que oferece serviços para automatizar vendas, cada vez mais as autopeças se modernizam para atrair clientes. “O mercado se profissionalizou nos últimos anos e tem investido em ferramentas de vendas que ajudam a otimizar tempo, integrando atendimento, marketing e logística. Com a crise, esse movimento se intensificou”, explica.

Há quatro anos no mercado digital, a Arsenal Car é o maior vendedor do segmento, com mais de 10 mil itens disponíveis no catálogo e em média 250 mil vendas por ano.

“Além de comercializarmos acessórios que incrementam e equipam os carros, também vendemos peças de reposição, mercado que cresceu 25% só o ano passado. Atuando nessas duas frentes estamos conseguindo manter as vendas aquecidas”, diz Marcos Barreros, gerente de Marketplace da Arsenal Car.

Mas não são apenas as empresas focadas no consumidor final que estão apostando no segmento online. O Canal da Peça, empresa que abastece varejistas de autopeças, registra um crescimento de 25% este ano e acaba de lançar um aplicativo para celulares. No ambiente digital, os fabricantes das autopeças podem divulgar as informações técnicas dos produtos no formato de um catálogo, comparar produtos e até consultar níveis de estoque.

Além disso, os mecânicos ou consumidores finais também podem usar o aplicativo Canal da Peça para encontrar componentes, escolher a opção mais barata e fazer a busca por fabricante ou modelo do carro. Serviços como revisão, troca de pastilhas e de óleo, balanceamento e alinhamento de rodas ficarão visíveis na plataforma e podem ser comparados pelos clientes interessados.

“Assim como o farmacêutico de bairro perdeu espaço para as grandes redes, cada vez mais as oficinas pouco profissionais e antigas vão ficando de lado. O consumidor busca alternativas ao amadorismo”, diz o consultor de varejo online, Cláudio Thieghi. “Esta é uma solução que ganhou destaque no momento de crise, mas é evidente que estamos falando de um caminho sem volta. Quem não se profissionalizar não terá mais espaço.”

Fonte: Boletim Autodata - Autopeças