SINCODIV/SE - Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veîculos do Estado de Sergipe.

NotíciasSaiba tudo que acontece no setor.



Nov 13 2015

Luxo com mais potência

  •  Sexta, 13 de Novembro de 2015.

Há sempre a expectativa de que produtos feitos no Brasil acabem ficando mais baratos do que os importados. Entretanto, com a alta do dólar, a produção do Audi A3 Sedan por aqui (na fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, Paraná) não conseguiu efetivar queda significativa no preço - uma vez que as peças, com exceção do motor, continuam vindo de fora e o valor total ficou apenas cerca de R$ 1.000 mais barato.

Mas há o lado bom da história. Agora, o motor 1.4 TF-SI Flex - que é feito em outra fábrica da VW, a unidade de São Carlos (Interior) - tem 28 cavalos a mais de potência em relação à motorização importada: 150 cv contra 122 cv.

Novidades também no câmbio do A3 Sedan nacional, que tem transmissão Tiptronic (automática) de seis velocidades - o modelo importado vinha com o câmbio automatizado de sete marchas. O torque também subiu com as novas tecnologias implantadas: foi de 20,3 mkgf para 25,4 quilos.

Por enquanto, são apenas duas versões: a Attraction (que parte de R$ 99.990) e Ambiente (por R$ 109.990) - a fabricante promete uma versão chamada de Ambi-tion, que terá motor 2.0.

A primeira traz acabamento interno em prata microme-tálico, ar-condicionado digital, computador de bordo, rádio com bluetooth e tela de 5,8 polegadas - há o opcional de tela com 7”, sistema de navegação, 10 GB de memória interna e mapas em 3D, que encarecem salgados RS 13 mil.

A versão Ambiente ganha três itens: volante multifuncional com paddle-shifts (borboletas) sensor de luz e chuva, além de rodas em alumínio de 17”. Além disso, é possível adquirir pacotes opcionais que incluem câmera de ré, sensores de distância segura entre o carro da frente com opção de frenagem e aceleração automática e o já conhecido Pa-rk Assist, por exemplo, que estaciona o cairo sozinho.

IMPRESSÕES

A sensação de guiar o Audi A3 Sedan é de pleno conforto. O novo câmbio automático delega trocas de marcha suaves e aceleração com respostas rápidas, sem dar aquele famoso tranco. Inclusive, o ganho de potência também fica evidente ao guiar o sedãzinho. O Diário realizou teste com o modelo por cerca de 40 quilômetros. Em resumo, o A3 Sedan pode ser classificado como a porta de entrada para o mundo do luxo.                                                

Fonte: Diário do Grande ABC – Automóveis